10 de maio de 2020

[Resenha] Quando a gente acontece


#PRACEGOVER: Capa do livro
QUANDO A GENTE ACONTECE
Autor (a): Belle Leal
Editora: Pandorga
Ano: 2019
Páginas: 160
Minha classificação: 4/5

Sinopse: Aos 26 anos, Sophie Leal d’Ávilla se sente (quase) satisfeita com tudo o que já conquistou. Mesmo sendo tão jovem, sua carreira como cirurgiã é brilhante e segue crescendo a cada operação. Mas ela sabe que, apesar de ter alcançado tantas ambições com muito esforço, seu coração continua inquieto. Sophie não entende o porquê, mas ainda não criou coragem para dar fim ao relacionamento de um ano que jamais será o amor que ela sonhou e almejou por tanto tempo. Além disso, o mundo da médica desaba quando seu amado padrinho morre subitamente. Como se sua vida já não estivesse bagunçada demais, ela vira de cabeça para baixo com a leitura do testamento de Tio Haroldo. Era só o que faltava... casar para receber a herança deixada para ela. Não bastasse isso, seu pretendente Alexander Dantas Ferraz é também o primeiro amor que roubou seu coração e o partiu anos atrás. Entre um turbilhão de sentimentos e desejos adormecidos, tudo acontece num piscar de olhos. Sophie não consegue resistir. Assim como Alexander, ela se rende às inúmeras surpresas que aparecem e à paixão que nunca se apagou. É mais ou menos assim que tudo acontece.


Olá, leitores do Pacote Literário!


Quando a gente acontece, de autoria de Belle Leal, publicado pela Editora Pandorga, foi recebido em parceria com a LC Agência de Comunicação.

No livro, conhecemos Sophie, uma cirurgiã de sucesso, que tem uma turma bacana de amigos antigos e se sente sempre “segurando vela” no meio deles, pois com o tempo, se formaram ali alguns casais.

Mesmo com um namorado, Sophie não sente que encontrou sua alma gêmea.

A morte de um padrinho que lhe deixa uma herança sob algumas condições e a faz repensar sobre o amor, principalmente sobre um amor que ela jurava estar “morto e enterrado” no passado!

Esse amor é Alexander, com quem, inevitavelmente passará a conviver novamente e, lentamente, precisará lidar com seus sentimentos e com os dele. É óbvio que ambos estão confusos e demonstram isso com muita clareza, mas será que vão conseguir se acertar?

São muitos os acontecimentos marcantes desse livro, que tem trechos lindíssimos e outros tristes. Morte, traição, adoção, casamento e... ah, o amor! Pois é, são muitos os sentimentos trabalhados de forma muito peculiar pela autora.
Me senti totalmente dentro da história, acredito que pelo fato de ser narrado em primeira pessoa por Sophie. Além disso, a forma como a autora descreve cada cena faz com que o leitor se sinta muito próximo do que se passa.

#PRACEGOVER: Fundo de madeira, o livro ao centro. À esquerda, uma pena grande azul. À direita uma pilha de livros com a lombada azul. Atrás, flores na cor rosa.


Confesso que, no início, não me identifiquei com Sophie, nossa protagonista. A julguei muito imatura e mimada. Porém, do meio para o final da leitura, percebi que ela apenas respondeu ao que sempre lhe foi demonstrado (ou imposto) pela vida. Então, desejei ser uma de suas amigas para lhe dar forças, lhe ajudar e compartilhar seus momentos felizes e seus problemas!

Outro ponto que curti foi a Playlist do livro, uma música para iniciar cada capítulo. Adele, Rihanna e Ed Sheeram estão na lista e, para que seja possível sentir o que a autora quis passar, ela traduziu um pequeno trecho de cada música, o que facilitou bastante o entendimento do leitor.

Já aviso a quem curtiu a premissa do livro que são muitos acontecimentos para poucas páginas, então, a leitura pode ser um pouco corrida. Creio que, se o livro fosse um pouco mais longo, aspectos importantes poderiam ter sido melhor desenvolvidos (e o leitor teria um gostinho a mais de acontecimentos bem legais da trama).

Achei interessantes os valores demonstrados, como amizade, lealdade, sinceridade e, sobretudo, que a família é a base de tudo na vida!

Edição simples, mas muito bonita com a capa azulada e a sombra de casal na capa que, para mim, tem tudo a ver com a história. As páginas são amareladas e a fonte é confortável à leitura.

Nas divisões de capítulos há uma estampa com desenhos que remetem à Medicina. São pequenos termômetros, tesouras, curativos, corações, ambulâncias e outros itens. Um mimo que deu todo um charme à edição. Revisão muito bem feita, não encontrei erros.

História leve, que se enquadra perfeitamente numa tarde de domingo. Recomendo a leitura!

E vocês, o que acharam da história? Deixem seus comentários!

#PRACEGOVER: A capa do livro tem fundo azul e traz o título e o nome da autora centralizados acima. Abaixo, a sombra de um casal de costas.




#PRACEGOVER: Caricatura de Karla Samira
e texto: "Matéria de Karla Samira"


2 comentários:

  1. Às vezes tudo que precisamos é de uma leitura leve, né, Karlinha?
    Eu estou muito curiosa para ler este livro
    Adorei a capa e não conheço ainda a escrita da Belle.
    Dica anotada, ja vai pra lista
    Adorei o post
    Bjs
    Clauo

    ResponderExcluir
  2. Essa parece ser uma ótima leitura para esses tempos de isolamento. Tudo o que queremos é uma leitura mais rapidinha e essa é uma boa pedida. ^^
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir

© Pacote Literário ♥ 2016 - Todos os direitos reservados. Personalizado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo