6 de junho de 2024

Resenha: Grande Dimy



Hoje quero contar sobre esse livro infantil incrível recebido da @parceria6

"Grande Dimy", escrito por Cláudia Ramos e publicado pela @cortezeditora traz uma história bastante cativante, que irá encantar não apenas às crianças, mas aos adultos também.

Dimy, nosso personagem principal, é um elefante que leva o leitor a refletir sobre pontos extremamente importantes na vida de qualquer pessoa.

E como é bom ensinar isso às crianças desde pequenas! E, obviamente, prepara-las para acontecimentos da vida cotidiana, que nos exigem paciência, respeito, auto-cuidado, falar e silenciar no momento certo...

A autora, que também é ilustradora, traz uma lindíssima paisagem, com muitas cores claras e delicadas.

Minha filha Mariana, de 6 anos, se deleitou ao conhecer esse elefantinho fofo e suas importantes sugestões para "ser grande".

Assim, a recomendação é certa para crianças de todas as idades.

E aí, curtiu a resenha? Já conhecia a obra? Deixe abaixo seu comentário e aproveite para me indicar um livro infantil que te tocou muito.


15 de maio de 2024

Resenha: Catrevagem

 

 

Uma pérola nesse mar de coisas complexas que estamos vivendo... 

Catrevagem foi recebido pelo Pacote Literário através da @parceria6

E foi uma delícia viajar nas milhares de ideias para as coisinhas que temos em casa e que podem se tornar obras de arte! Basta soltar a imaginação.

Catrevagem significa “montes de coisas”, “trecos”, “bugigangas”, “cacarecos”, que muitas vezes não servem para nada.

E quem não tem em casa um pedacinho de pano ou de papel, uma mecha de cabelo de alguém querido, um perfume do qual ficou apenas um restinho, um botão ou uma louça de um familiar importante?

O que a autora nos propõe é fazermos arte com o que nos aparece na frente. Pode ser um vasinho feito de garrafa pet para colocarmos uma planta, um porta-lápis, um porta-retratos, até mesmo a letra inicial do nome para enfeitar a porta do quarto, com um molde de papelão.

Basta pegar esses itens que temos espalhados em casa e colar no entorno, como ela propõe no livro e na vídeo aula que a autora disponibiliza no YouTube.

A criatividade e o artesanato têm reflexo positivo na saúde mental e bem estar, além de trazer a análise sobre um consumo mais consciente, de acordo com as mudanças climáticas e com a necessidade de preservação do meio ambiente.

Em breve, trarei um vídeo com os detalhes da edição desse livro maravilhoso!

E aí, curtiu a resenha? Gosta de fazer artesanato? Me conta aqui embaixo qual arte te faz bem.


23 de abril de 2024

Resenha: Seu nome é David e ele é autista




Recebi o livro "Seu nome é David e ele é autista" da Parceria6 durante a Bienal do Livro do Rio de Janeiro, onde tive o prazer de visitar o estande da Cortez Editora e me deliciar com muitos títulos lindos e bem ilustrados!

Neste livro, conhecermos David, um menino com TEA - Transtorno do Espectro do Autismo, uma condição neurológica que, em regra, modifica a forma de interação social, a comunicação e o comportamento dos pacientes.

Assim como na vida real, no livro, a pessoa com autismo pode não ser bem compreendida pelos outros, pois, com seu olhar único, David vê o mundo de uma maneira bem diferente.

Ele gosta de girar as rodas do carrinho e, ali, os pais suspeitam que, no pensamento de David, ele está disputando uma corrida com o campeão Lewis Hamilton.

Quando ele passa um tempo observando o ventilador, seus pais já logo imaginam que ele está se vendo em uma roda gigante.

E se David se balança para frente e para trás, seus pais acham que ele pode estar se vendo em um show do AC/DC.

É importante lembrar que o livro não romantiza o autismo e o reconhece como um transtorno psíquico que traz imensos desafios ao paciente e à família.

Porém, ao contrário de muita literatura que já li sobre o tema, o livro também humaniza o acolhimento e o cuidado com a criança com autismo que é, antes de tudo, uma criança e, assim, merece nossa atenção, dedicação e carinho.

Em suma, o que aprendi com o livro é que não devemos reduzir nenhuma pessoa ao seu diagnóstico e que a pessoa com autismo tem suas qualidades e dificuldades, suas habilidades e preferências e deve ser respeitada, como todas as outras.

Livros como esse são muito importantes para que se compreenda melhor as questões específicas do TEA e para que todos aprendamos a lidar com as diferenças e, sobretudo, a transformá-las em um detalhe, minimizando o preconceito e nos acostumando a lidar com pessoas com a dignidade e a empatia que todas merecem.

Eu amei a leitura e recomendo muito a pais e educadores, para que leiam com suas crianças.

E você, curtiu a resenha? Já leu algo sobre esse tema? Deixe seu comentário ou sugestão de leitura. Assim, acrescento as indicações à minha lista e esse conteúdo chega a mais pessoas.


© Pacote Literário ♥ 2020 - Todos os direitos reservados.