8 de outubro de 2019

[Resenha] Na minha pele

NA MINHA PELE
Autor (a): Lázaro Ramos
Editora: Objetiva
Ano: 2017
Páginas: 152
Classificação: 4/5

Sinopse:
Movido pelo desejo de viver num mundo em que a pluralidade cultural, racial, étnica e social seja vista como um valor positivo, e não uma ameaça, Lázaro Ramos divide com o leitor suas reflexões sobre temas como ações afirmativas, gênero, família, empoderamento, afetividade e discriminação.Ainda que não seja uma biografia, em Na minha pele Lázaro compartilha episódios íntimos de sua vida e também suas dúvidas, descobertas e conquistas. Ao rejeitar qualquer tipo de segregação ou radicalismos, Lázaro nos fala da importância do diálogo. Não se pode abraçar a diferença pela diferença, mas lutar pela sua aceitação num mundo ainda tão cheio de preconceitos. Um livro sincero e revelador, que propõe uma mudança de conduta e nos convoca a ser mais vigilantes e atentos ao outro.

Olá leitores do Pacote Literário!

Hoje trago para vocês a resenha do livro "Na minha pele", escrito pelo ator global Lázaro Ramos.

O livro chegou às minhas mãos através do empréstimo de uma amiga querida. Confesso que, inicialmente, não foi uma leitura que me agradou tanto, mas a segunda parte dele é bem interessante e fiquei bem grata por ter insistido na leitura.

Apesar de, no início da obra, prometer que não se trataria de uma autobiografia, na primeira parte do livro o leitor tem contato com a fase inicial da vida de Lázaro. Ele nos conta sobre seus familiares, o local onde vivia, seus costumes e como se iniciou sua carreira como ator.


Na segunda parte do livro, ele entra de cabeça nas questões raciais que ainda permeiam nosso universo, sobretudo o mundo da mídia, da TV e das celebridades.


"Esta viagem que começa aqui só é possível porque redescobri um mundo que é meu, mas que não pertence só a mim."


Em perguntas sutis nas entrevistas sobre seu trabalho, tais como "Como é fazer o papel de um médico negro nessa história?", percebemos o quanto ainda é complicada a nossa relação com as questões de raça.

Afinal, como o próprio Lázaro menciona, ele sabe apenas como é fazer o personagem negro, pois ele não é branco. Ou seja, por quê a pergunta ressalta a questão da cor?

O que Lázaro quer nos mostrar e eu concordo bastante é que, muitas vezes, a cor ainda fica em um patamar muito mais alto de importância que o trabalho em si, a competência e o talento da pessoa.

Outra coisa muito interessante que Lázaro pontua é que ele sempre evitou fazem papéis em que tivesse que segurar ou manipular uma arma, justamente para não se identificar com o papel de bandido, tantas vezes relacionado à cor negra pela mídia.


Ainda são abordadas no livro questões de autoestima, de insegurança e menosprezo, humilhações e o preconceito na acepção mais pura da palavra.

Questões de identificação também são muito bem colocadas, como quando Lázaro procura meios de mostrar a seus filhos que eles podem construir suas vidas, apesar das questões da raça (e do medo que ele tem de que seus filhos sofram com isso!).

"Esses somos nós, reflexos de um espelho quebrado que, como um mosaico, apresenta um pedacinho de nossa história. Se visto com carinho, cada pedaço tem sua beleza, valores e complexidades reconhecidos."

Primeira obra que leio do autor, achei sua escrita fluida e de fácil entendimento.



A meu ver, Lázaro poderia ter se posicionado sobre alguns pontos polêmicos, como o relacionamento inter-racial, assunto sobre o qual ele fez uma abordagem muito sutil. Senti falta dessa discussão e do aprofundamento em assuntos um pouco mais desenvolvidos, mas creio (e espero) que ele os tenha deixado para um próximo livro!

Recomendo o livro (e as reflexões que ele traz) para todas as pessoas.

E você, já leu este livro ou outros que abordem questões de raça? O que achou? Conte-nos nos comentários!




Um comentário:

  1. O Lázaro Ramos é presença frequente na feira do livro de minha cidade todos os anos, mas confesso que nunca me senti atraída pela leitura nem em fazer uma visita no horário em que ele estaria. Porém, achei sua resenha bem interessante, que me fez olhar com outros olhos a obra do ator/autor. Afinal, é um tema extremamente atual, e ter um olhar real sobre ele é importante. Beijos!

    ResponderExcluir

© Pacote Literário ♥ 2016 - Todos os direitos reservados. Personalizado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo