3 de abril de 2019

[Filme] Divertida mente




Gênero: Animação/Comédia
Ano: 2015
Elenco (dubladores originais): Amy Poehler, Bill Hader, Mindy Kaling, Lewis Black, Phyllis Smith, Kaitlyn Dias, Diane Lane, Kyle MacLachlan.
Classificação: 5/5


Dirigido por Pete Docter, o filme nos conta a história de Riley, uma garotinha de 11 anos que precisa se mudar de cidade.

Consequentemente, terá uma nova casa, outra vizinhança, novos amigos, outros hábitos e, claro, isso a deixa muito preocupada e com medo.

O filme nos mostra como as emoções e sensações convivem no cérebro de Riley e entendemos a forma como elas interagem e controlam a maneira como todos nós vivemos.



São 5 sentimentos: alegria, tristeza, nojinho, medo e raiva. A principal é a alegria, sempre com um sorriso no rosto e um otimismo invejável.

Dentro do cérebro de Riley temos acesso às chamadas "ilhas", que são as memórias básicas de sua vida. Cada uma delas dá acesso a uma parte da vida da menina: hóquei, família, bobeira e amizade são algumas delas.

No filme, as emoções controlam a personagem através de um "painel de controle" e sabemos que, na vida real, é bem assim que ocorre também.



Alguns sentimentos nos impedem de cometer erros. Por exemplo, a raiva tende a impedir que sejamos injustos; o medo nos impede de ter atitudes perigosas; o nojo nos protege e/ou nos ajuda a reagir em momentos em que as pessoas ou situações querem nos atingir.

Ou seja, se trata de um filme sobre inteligência emocional "disfarçado" de animação fofa.

Quando tudo começa a dar errado na vida dela, Riley passa por vários estágios de raiva, tristeza, até a total apatia, que aparentemente, antecede à perda total do controle das emoções que, posteriormente, gera uma explosão de emoções.


A animação é linda e colorida; as cores auxiliam a entender do que se trata cada um dos personagens e memórias, se elas são tristes ou alegres e como tudo interfere na vida e nas decisões de Riley.

Assisti e simplesmente amei, me tornei uma grande fã da animação que quero rever algumas vezes para entender todos os detalhes.

Recomendo a todos os que curtem uma boa animação e também a quem curte filmes sobre o comportamento humano.



Você já assistiu? Tem vontade de saber mais sobre o filme? Não deixe de comentar abaixo!



Um comentário:

  1. Oi Karlinha, eu demorei para ver esse filme, mas quando vi me apaixonei. S2 É um filme super amorzinho, para a família toda. E ainda te faz pensar, né? Afinal o que seria da gente se só tivesse alegrias o tempo inteiro, ou só raiva. Aqui a própria alegria percebe que ela era egoísta por manipular tudo e às vezes uma tristeza era mega importante para que ela mesma surgisse depois. Achei genial a ideia desse filme. S2
    Bjks!

    Mundinho da Hanna

    ResponderExcluir

© Pacote Literário ♥ 2016 - Todos os direitos reservados. Personalizado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo