12 de abril de 2020

[Resenha] Drinques para três

#PRACEGOVER: Capa do livro
DRINQUES PARA TRÊS
Autor (a): Madeleine Wickham (Sophie Kinsella)
Editora: Record
Ano: 2014
Páginas: 352
Classificação: 
4,5/5


Sinopse: Inteligentes e bem-sucedidas, todas trabalham para a mesma revista em Londres e, uma vez por mês, se encontram em um bar para colocar o papo em dia. Mas, apesar de saber que podem contar uma com a outra, preferem guardar certos segredos a sete chaves.
A bela Roxanne há anos mantém um relacionamento com um homem casado; a competente Maggie de repente se vê prestes a assumir uma função para a qual não se julga preparada; e a doce Candice, da noite para o dia, resolve que precisa prestar contas com o passado. Só que o que Candice não imagina é que essa resolução vai dar início a uma série de acontecimentos que poderão abalar para sempre a amizade das três.


Olá, leitores do Pacote Literário!

Hoje é dia 12, dia daquele desafio gostoso em conjunto com as queridas Hanna, do Mundinho da Hanna e Clauo, do MãeLiteratura, em que escolhi 12 livros para ler em 2020 e tenho cumprido a meta!

Para abril o escolhido foi Drinques para três, da Editora Record, solicitado há muito tempo no Skoob, no aguardo de um tempinho para que eu pudesse ler.

Vamos conferir as minhas impressões sobre ele?


#PRACEGOVER: Fundo branco com o livro encostado na parede, 3 copos com
drinques (um com morangos, outro com laranjas e outro com limões).


O livro vem nos contar a história de três amigas que trabalham juntas em uma revista e saem todo mês para tomar drinques, sempre no mesmo bar.

Maggie, nas últimas semanas de gestação, chegou ao bar acompanhada de sua barriga imensa e a conversa com Roxanne e Candice acontecia normalmente, até que Candice reconheceu a garçonete que a servia.

A moça em questão era Heather, com quem Candice, de repente, sente que tem a obrigação de reparar erros do passado que não foram cometidos por ela.


#PRACEGOVER: Fundo branco com 3 copos com drinques (um com morangos, outro com
laranjas e outro com limões). O livro na horizontal, à frente dos copos.


Convidada a trabalhar na revista, Heather se mostra melhor amiga, quase uma alma gêmea para Candice e essa relação ainda trará muitas surpresas para todos.

A meu ver, Maggie, com a eterna dúvida entre se dedicar em tempo integral à filha que acaba de nascer ou voltar ao trabalho, representa todas as mulheres independentes que se tornam mães de primeira viagem. Obrigada a deixar o trabalho (pelo menos em um primeiro momento), se sente cheia de dúvidas sobre si mesma, a filha e até o casamento, o que também é absolutamente comum.

Apesar de as amigas saberem que Roxanne tem um amante, jamais imaginam quem ele pode ser e, quando ela recebe uma ligação para falar sobre um bem que lhe foi deixado em testamento, o amante é uma grande surpresa para todos (inclusive para o leitor!).

Candice é a protagonista tantas e tantas vezes avisada sobre sua ingenuidade, que insiste na tentativa de pagar uma dívida séria e complexa que não é sua (mas ninguém consegue convencê-la disso!). Acaba por entrar em um grande espiral de confusão, do qual, não fossem suas amigas, jamais conseguiria sair.

Esse livro me foi uma enorme surpresa, pois a autora é quem escreve, sob o pseudônimo de Sophie Kinsella, vários livros essencialmente bem humorados. Não que Drinques para três não tenha suas cenas engraçadas, mas senti um tom totalmente diferente neste.


#PRACEGOVER: Fundo branco com 3 copos com drinques (um com morangos, outro com
laranjas e outro com limões). O livro na horizontal, à frente dos copos, com a lombada para frente.


Muito mais sério que os livros de Kinsella que já li, este toca em assuntos extremamente importantes como relações familiares, falta de organização financeira, adultério “velado” e, em tudo, como o poder pode subir à cabeça das pessoas, a ponto de destruir famílias, amizades, carreiras profissionais e vidas!

Simplesmente adorei a leitura e indico a todos os que curtem um bom drama, com uma pitada de humor e que demonstra o valor de verdadeiras (e fortíssimas) relações.

A edição é linda, com páginas amareladas e fonte confortável à leitura.


#PRACEGOVER: LOGO DO PROJETO 12 LIVROS PARA
2020 COM TÍTULO E NOMES DOS PARTICIPANTES

Essa é a minha quarta leitura do ano para o desafio #12livrospara2020, que tem parceria com os blogs MãeLiteratura e Mundinho da Hanna! Passem lá para conferir os posts das parceiras!

E você, já leu esse livro ou outros da autora? O que achou? Deixe seu comentário!


#PRACEGOVER: A capa do livro tem fundo neutro, com o nome da autora e do livro no centro/superior. Aparecem, ainda, três pares de pernas de mulheres de meias-calças coloridas e saltos altos.


#PRACEGOVER: Caricatura da Karla com
escrito "Matéria de Karla Samira"

2 comentários:

  1. Adorei a sua escolha para este mês, Karlinha!
    Também tenho este livro aqui e está na minha fila. Depois do seu post fiquei com mais vontade ainda de ler!
    Eu amo os livros da Kinsella!
    Adoro nossa parceria nesta TAG!
    Bjs e até o mês que vem
    Claudia

    ResponderExcluir
  2. Oi Karlinha, eu não sabia que Sophie Kinsella era um pseudônimo (vivendo e aprendendo, rsrs). Com relação aos livros dela, eu já li 'A procura de Audrey', que também tem cenas engraçadas, mas ele toca num assunto bem delicado, como o bullying na escola, mas ela faz de uma forma tão delicada e fluida, que acaba dando certo. É um talento dela fazer isso, que pelo visto deu certo nesse livro também. =)
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir

© Pacote Literário ♥ 2016 - Todos os direitos reservados. Personalizado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo