2 de setembro de 2019

DESAFIO (AGOSTO): 12 livros, 12 países, 12 receitas



Olá, leitores queridos!

O post de hoje é de mais um desafio delicioso do qual o Pacote Literário decidiu participar, juntamente com o Blog Mãe Literatura e a amiga Claudia Vasconcelos!

Alinhei este desafio com o Desafio Volta ao Mundo, pois nesse também a ideia é inovar as leituras com autores de 12 nacionalidades diferentes.

Além disso, para este desafio, devemos fazer uma receita do país onde o autor nasceu!

Para o mês de agosto, escolhi o México e a seguir conto a vocês minhas escolhas de livro e prato típico do país.

O LIVRO:


O SEGREDO DE FRIDA KAHLO
Autor (a): Francisco Haghenbeck
Editora: Planeta
Ano: 2011
Páginas: 272
Classificação: 4/5

Sinopse: Depois de sofrer um terrível acidente de bonde e morrer pela primeira vez, Frida encontra sua madrinha, a Morte, com quem faz um acordo para voltar a viver, e deverá preparar todos os anos uma oferenda para lembrar seu pacto. A partir de então, Frida anota cada banquete de Dia dos Mortos num caderno de capa preta que guarda com todo zelo e que chama de "Livro da Erva Santa". Enquanto o ritual se cumpre pontualmente, sua existência se desenvolve de modo impetuoso, cheia de dor e arrebatamento.


Resenha:


Ganhei esse livro de aniversário há muitos anos, de uma amiga muito especial. Já gostei de cara da capa, tendo em vista a minha admiração por Frida, essa mulher importante, grande artista, revolucionária e ícone do feminismo.

O livro vem nos contar a história de Frida desde criança. Conhecemos seus pais, suas irmãs e a rotina de sua vida, com seus medos e anseios. A diferença óbvia em seu comportamento (tido como fora do padrão para uma menina, na época), chega com adolescência, e causa estranheza em todos: desde sua mãe até todas as pessoas da cidade pequena onde vivia.

Quem sempre tratou com naturalidade e até certo orgulho esse "desvio" no comportamento da filha, foi seu pai, que sempre lhe apoiou em "pensar e agir como homem".

Um grave acidente lhe acomete aos 14 anos, no auge do desabrochar do seu primeiro amor. Ela perderia a vida, mas em uma "reunião com a morte", tenta redirecionar aquele destino cruel.

Após esse episódio, os seus movimentos físicos ficam cada vez mais difíceis, tendo em vista as fortes dores que passa a sentir, além da deficiência em uma das pernas causada pela poliomielite.

Entre diversos amores, conhece Diego Rivera, uma paixão que mudaria para sempre a sua vida. Diego não apenas é seu eterno amante (e posteriormente seu esposo), mas sua porta de entrada para uma maior visibilidade no mundo das Artes, através da fama dele.

" Eu não reclamo do papel que me coube. Não acho que as margens de um rio sofrem por deixar a água correr, nem que a terra pereça porque chove, nem que o átomo se aflija porque está descarregando energia. Para mim, tudo tem sua composição natural."

Os quadros de Frida passam a ser admirados em todo o mundo, com as típicas cores fortes e autorretratos que pintava com toda paixão.

Apesar de narrado em terceira pessoa, temos acesso aos pensamentos e sentimentos de Frida, tendo em vista a quantidade imensa de diálogos presentes no livro.

A história se desenvolve em ritmo de biografia. Dessa forma, trata-se de uma obra com grande viés histórico, com pitadas de drama e bom humor, como realmente parece ter sido a vida de Frida.

Eu não sabia, mas uma de suas grandes paixões era cozinhar e, ao final de cada capítulo, temos receitas que seriam de seu “caderninho secreto”, as que ela fazia para agradar Diego!

O livro mistura realidade e ficção, de modo que a história tem tudo a ver com tudo o que já li sobre essa personagem ilustre da história da humanidade. Acredito que poucos sejam os detalhes ficcionais, o que o autor escreveu com brilhantismo!

É o primeiro livro que leio do autor e achei sua linguagem fácil, a escrita extremamente fluida e recomendo a todos os que curtam Frida ou tenham curiosidade sobre a sua história!

A RECEITA:

Para o mês de agosto, escolhi como receita típica do México, guacamole, uma iguaria bastante consumida naquele país e de muito fácil preparo.


Amassei 3/4 do abacate bem maduro com o garfo, misturei 1 limão siciliano e temperei com sal. Depois acrescentei 1 tomate, 1/2 cebola e um punhado de salsinha.

Para servir, segui a dica da amiga Helô, cortei em triângulos algumas fatias de Rap 10 e fritei (imersos em óleo), ficou bem suave, uma delícia!


Cláudia Vasconcelos, a Cau, escolheu a Espanha para esse mês!


Comentários da Cau: Agosto foi o mês de escolher Espanha para o desafio #12livros12paises12receitas. O livro lido foi “A Bibliotecária de Auschwitz”, do espanhol Antônio G Iturbe. Como todo livro que aborda este assunto, a tristeza e horrores da guerra estão presentes. É uma história de ficção baseada na história real de Edita Adlerova, uma menina que viveu num campo de concentração. Seu amor pelo conhecimento fez com que se tornasse a guardiã de 8 livros  (proibidos naquele lugar) e que ela cuidava como se fossem ouro, arriscando sua própria vida para mantê-los escondidos no bloco 31, onde crianças tinham aula, ouviam histórias e tentavam, de alguma forma, relembrar como era o mundo lá fora antes da guerra. Sua coragem, determinação e resiliência são inimagináveis, especialmente por ser uma criança. Ela enfrentou fome, frio, doenças, medo, perdas, sem jamais deixar de ter esperança. O final do livro é particularmente emocionante, quando o autor nos conta seu encontro com Edita (hoje uma senhora de 90 anos), suas conversas, passeios, histórias... Terminei o livro com lágrimas nos olhos, e fui pesquisar mais sobre ela. Assisti a alguns vídeos de entrevistas e me encantei ouvindo seus relatos. Vale muito a pena a leitura!

"A vida, qualquer vida, dura muito pouco. Mas se conseguimos ser felizes, ao menos por um instante, terá valido a pena." 

A comida do mês foi a paella. Sou suspeita porque amo frutos do mar!! E é um prato que eu adoro!!

E aí? Você já leu os livros acima ou fez alguma dessas receitas? Ficou com água na boca? Me conte nos comentários!

Voltaremos em poucos dias com novos livros e receitas para o mês de setembro!





    





4 comentários:

  1. Olá Karla! Mas desafio gostoso... livros e comidas (rs). Vou arriscar fazer o guacamole e lógico para acompanhar ... um bom livro! Bjs. Nice

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    O livro da Frida é ótimo para quem quer conhecer mais a respeito dessa figura mundialmente conhecida. Confesso que tenho muita vontade de comer Guacamole, não me parece ser tão difícil de fazer.
    A Bibliotecária é um livro que está na minha lista de desejados há tempos, espero poder lê-lo em breve!

    ResponderExcluir
  3. Que projeto legal, gostei de citar leituras com acompanhamentos culinários. Gosto demais de guacamole.

    ResponderExcluir
  4. Eu amo acompanhar as postagens de vocês neste projeto tão especial.
    Suas escolhas neste Mês foram sensacionais!
    Adorei, Karlinha
    Bjs
    Claudia

    ResponderExcluir

© Pacote Literário ♥ 2016 - Todos os direitos reservados. Personalizado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo