12 de outubro de 2019

[Resenha] Tudo e todas as coisas



TUDO E TODAS AS COISAS
Autor (a): Nicola Yoon
Editora: Novo Conceito
Ano: 2016
Páginas: 304
Classificação: 5/5

Sinopse:
"Minha doença é tão rara quanto famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Qualquer coisa pode desencadear uma série de alergias. Não saio de casa. Nunca saí em toda minha vida. As únicas pessoas que já vi foram minha mãe e minha enfermeira, Carla. Eu estava acostumada com minha vida até o dia que ele chegou. Olho pela minha janela para o caminhão de mudança, e então o vejo. Ele é alto, magro e está vestindo preto da cabeça aos pés. Seus olhos são de um azul como o oceano. Ele me pega olhando-o e me encara. Olho de volta. Descubro que seu nome é Olly. Talvez eu não possa prever o futuro, mas posso prever algumas coisas. Por exemplo, estou certa de que vou me apaixonar por Olly. E é quase certo que será um desastre."

Olá, leitores do Pacote Literário!

Hoje venho falar para vocês sobre um livro que se encontrava em minha estante há alguns anos e que finalmente consegui ler! Por várias vezes já quis assistir ao filme baseado na obra, mas tenho o hábito de sempre ler o livro antes e assistir depois para fazer a comparação.

“Tudo e todas as coisas” vem nos contar a história de Madeline Whittier (Maddy) adolescente e filha de médica. Sua mãe a criou literalmente dentro de uma bolha. Ela nunca saiu de casa, não estuda em uma escola, não tem amigos, entre outras coisas que uma pessoa nessa idade faz. Tudo isso devido a uma doença grave que faz o paciente ter alergia de tudo!




Em seu sofá branco, dentro do seu quarto com paredes brancas, Maddy passa os dias com suas leituras, em um ambiente totalmente isento de bactérias e doenças.


"Não sei o que falar, de maneira que digo que também a amo. Não é o suficiente, mas vai ter de servir."

Até que um dia ouve um barulho diferente e, ao olhar pela janela, vê uma família de mudança para a casa ao lado. Olly, o filho adolescente da família, lhe chama a atenção por sua beleza e por seus trajes pretos.

A partir daí, uma explosão de sentimentos passa a acontecer no peito de Maddy toda vez que o observa de longe.

A mãe de Olly envia um bolo à casa de Maddy para agradar à nova vizinhança, mas tudo foge do planejado e a situação é um gatilho para novos desejos por parte da menina que vivia na bolha.

Muitas conversas por escrito nos vidros da janela e bate-papos por email depois, Maddy planeja uma grande aventura e sofre as consequências dessa escolha impensada. Mas, como tudo na vida tem um lado bom, Maddy descobre algo surpreendente sobre a sua saúde!


"Se a minha vida fosse um livro e eu o lesse de trás para a frente, nada mudaria. Hoje é o mesmo que ontem. Amanhã será o mesmo que hoje. No Livro de Maddy, todos os capítulos seriam o mesmo."

Não posso deixar de mencionar duas personagens. Minha xará Carla, a enfermeira de Maddy, me chamou a atenção pela amizade e carinho que tem com a garota. Consegue ser legal sem descuidar de Maddy, o que considero realmente sensacional.




Já a mãe de Maddy me deixou com sentimentos contraditórios. Me coloquei no lugar dela como mãe, com inúmeros sofrimentos do passado, feridas que não cicatrizaram. Mas a forma como ela age com Maddy talvez seja difícil de compreender.


" Há mundos inteiros que existem bem debaixo de nossa percepção sobre eles."

Será que o amor nos faz enlouquecer? Ou é a falta dele o problema das pessoas?

Outro ponto interessante é observar os esquemas, anotações e desenhos de Maddy. Algumas coisas exageradas e engraçadas, outras que transmitem bastante solidão e tristeza.

O romance de estreia dessa autora jamaicana me pegou de jeito! Com uma escrita extremante fluida, o desenvolvimento do livro é realmente excelente! Escrito em primeira pessoa, com certo suspense, é o tipo de livro que não dá vontade de parar de ler enquanto a história não se desdobra.




Um excelente drama: recomendo a quem curte esse estilo e esteja disposto a uma história realmente inspiradora.


Essa leitura faz parte do desafio #12livrospara2019 e também do Projeto #leiamulheres, já explicados aqui no blog.

E você, já leu este livro ou assistiu ao filme inspirado nele? O que achou? Conte-nos nos comentários!


7 comentários:

  1. Olá Karlinha! Eu já ouvi falar desse livro e confesso que sou curiosa para conferir ele também. Pela sua resenha, realmente será uma grande leitura. ^^
    Bjks!

    Mundinho da Hanna | Instagram

    ResponderExcluir
  2. OI Karla, lendo a sinopse e a sua descrição eu me lembrei do filme sobre a menina que não podia pegar sol, "Sol da Meia-Noite". Não conhecia esse livro, nem o filme inspirado nele. Agora não sei o que eu quero fazer primeiro: ver o filme ou ler o livro.
    beijos
    Chris
    Inventando com a Mamãe / Instagram  / Facebook / Pinterest


    ResponderExcluir
  3. Opa, fiquei extremamente interessada pelo livro! Que história envolvente! Também tento me colocar no lugar dessa mãe e entender, mas por outro lado penso em tudo o que a filha está perdendo, tadinha! Realmente um drama que deixa a gente curioso pelo final. Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Eu adoro esse livro e foi uma leitura que me fez muito bem ao finalizar, porem o filme foi uma decepção absurda porque eu adoro os atores que participaram da produção, mas essa história na tela não me pegou, mas o livor é um dos meus favoritos da vida.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Desejo demais ler essa obra, pois parece ser uma história linda, com um enredo intenso e fluído, o que faz segurar o leitor na narrativa e depois assisto ao filme. Anotada a dica.

    ResponderExcluir
  6. Estou doida para ler este livro, Karlinha!
    Depois do seu post, fiquei ainda mais curiosa.
    Temáticas com conteúdo materno sempre me interessam.
    Adorei o post e AMO nossa parceria
    Dica anotada!
    Beijos
    Claudia

    ResponderExcluir
  7. Ainda não li esse livro, mas já assisti o filme. Os sentimentos que tive com a mãe foram os mesmos dos seus. Olhei para todo o seu sofrimento, por tudo que tinha passado e acabou me dando essa dualidade.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir

© Pacote Literário ♥ 2016 - Todos os direitos reservados. Personalizado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo